quarta-feira, 11 de junho de 2008

Google Street View e privacidade


Desde que foi lançado, o Google Street View vem sendo alvo de inúmeros protestos em defesa da privacidade, o que acabou levando a empresa a "oferecer" o "apagamento" da imagem de pessoas flagradas nas ruas, mediante solicitação das mesmas. No entanto, um post do Threat Level (via Carnet) mostra o quanto esta solicitação implica o fornecimento de uma série de dados pessoais que expõem ainda mais a privacidade dos indivíduos perante a Google. Numa das respostas do Google Team a uma solicitação reportada pelo Threat Level, a empresa solicita, além de provas de que o indivíduo é aquele que aparece na foto, dados como fotocópia da carteira de motorista.

4 comentários:

paoleb disse...

outro dia fui a uma festa num club e escanearam minha ID para me darem o cartão de consumação. strange times...

Fernanda Bruno disse...

que coisa doida...
beijos, querida.

Gilberto Consoni disse...

Por que uma pessoa iria querer que fosse apagada uma foto que não a sua da Web?

Esse negócio de fornecer documentos é algo que me dá medo hoje, devido à facilidade que se tem para comprar produtos apenas com os números dos documentos e do cartão.

Esses dias em São Paulo me solicitaram todos os meu dados cadastrais (RG, CPF e endereço) para que eu pudesse utilizar um computador numa Lan House. Achei um absurdo, mas depois de o rapaz explicar que era uma lei municipal eu forneci. "Então tá, já que é lei tudo bem em vigiar-me só porque eu quero usar a Internet na tua cidade". A justificativa é devido aos crimes online. Como se um criminoso não teria outros métodos ou mesmo dados falso para fornecer a ele para acessar a rede. :/

Fernanda Bruno disse...

Oi Gilberto,
pois é, fico especialmente irritada com essa requisição de documentos por estabelecimentos comerciais. E na cadeia de suspeição generalizada, a Lan House também é pressionada a formecer dados e documentos às autoridades policiais. Nos EUA, se não me engano, o dono de uma Lan House foi condenado por terem cometido um crime utilizando um de seus computadores.
um abraço,
Fernanda